Uma análise não-verbal sobre a relação humana com o tempo, inflamável como pólvora, queimando um dia após o outro sem qualquer possibilidade de retorno, deixando apenas as marcas na história.

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *